Make your own free website on Tripod.com














O Rosário


  • O que é o Rosário

  •            O Rosário é uma oração Bíblica e Cristológica, síntese do mistério da Encarnação de Nosso Senhor Jesus Cristo, Deus e Homem verdadeiro, Filho único de Nossa Senhora Maria.

               A palavra ROSÁRIO origina-se de ROSA, pois a Rosa tem aspecto belo e delicado, além de um aroma agradável, sempre alegrando os olhos e confortando o coração. Também vem do facto de muitas imagens da Virgem Maria serem coroadas de rosas

               Rosário Significa "rosas de oração" oferecidos pelos filhos à querida mãe Maria.



  • Como surgiu

  •            Antigamente, os cristãos rezavam os 150 salmos, em forma de oferecer 150 rosas à Nossa Senhora. Com o passar do tempo eles passaram a substituir cada salmo por uma "Ave-Maria". Assim, surge o Rosário: uma forma concreta de expressar nossa fé, oferecendo rosas em homenagem à Mãe de Deus!

               O rosário foi popularizada a partir do século XII por São Bernardo e, depois, pelos dominicanos.



  • Composição

  •            O ROSÁRIO é composto por uma enfiada de 220 contas (ou bolinhas), correspondentes ao número de vinte dezenas de Ave Marias e vinte Pai Nossos. Quando rezamos o Rosário também contemplamos os Mistérios de Cristo num total de vinte mistérios.



  • Como rezar o Rosário

  •            Como vimos, um Rosário completo possui 20 dezenas de Ave Marias, 20 Pai Nossos e os 4 Mistérios de Cristo.

               Para facilitar, dividimos o Rosário em quatro partes, onde cada parte se reza um Mistério. A cada uma dessas partes damos o nome de Terço. (Obs: Antigamente, um Rosário completo era composto por apenas 3 Mistérios ou 3 Terços (Saiba por que o nome Terço.), mas o Papa João Paulo II, no dia 16/10/02, acrescentou ao Rosário mais um Mistério, os Mistérios Luminosos, pela Carta Apostólica Rosarium Virginis Mariae).

               Então para rezarmos o Rosário, basta rezar os quatro Terços, onde cada Terço representa, distintamente a contemplação dos quatro mistérios: 1º terço - Contemplação dos Mistérios Gozozos; 2º terço - Contemplação dos Mistérios Luminosos; 3º terço - contemplação dos Mistérios Dolorosos; 4º terço - Contemplação dos Mistérios Gloriosos.

               Vamos agora aprender a rezar o Terço. Clique aqui.

               Depois de aprendermos a rezar o Terço, agora fica fácil rezar o Rosário. Basta rezarmos os quatro Terços contemplando cada um dos quatro Mistérios que temos rezado um Rosário completo.

               Pode-se também rezar um Terço por dia, onde cada dia contemplamos um Mistério. Saiba mais sobre os Mistérios e o dia da semana em que cada Mistério é contemplado. Clique Aqui.



  • Por que rezar o Rosário


  •            O Rosário é para ser rezado como prática religiosa, entremeado da contemplação dos mistérios da vida, paixão, morte e ressurreição de CRISTO sempre relacionando essa caminhada com a VIRGEM SANTÍSSIMA.

               Como nos diz o Papa João Paulo II, o Rosário é o compêndio da Bíblia.

               O importante no Rosário é refletir sobre os momentos (mistérios) da vida de Jesus.

               No Terço, a repetição de palavras funciona como fundo musical para a meditação ou contemplação.

               A clemência, o merecimento e a paz de espírito são atributos inerentes a essa oração forte, sólida, comum e popular do ROSÁRIO, tanto é que ao longo dos séculos tem sido consagrada em memoráveis encíclicas, além do acerto das recomendações feitas por espíritos santificados e tantos outros, que o rezavam diariamente, recomendando essa benéfica e benfazeja prática, que vem sempre impregnada de humildade, renascimento, caridade, pureza, penitência, perdão, perseverança, devoção e fé na salvação eterna .

               Contém o ROSÁRIO elementos que o fazem uma oração preciosa: pela sua simplicidade e conteúdo cristão é facilmente compreensível, oferecendo material para a reflexão para todas as pessoas. A devoção do ROSÁRIO sempre foi praticada pela cristandade em todos os lugares, havendo o seu reflorescimento com as aparições de MARIA em LOURDES ( 1.858 ) e FÁTIMA (1.917), devendo ser registrado que, no século XIII, na Europa, SÃO DOMINGOS DE GUSMÃO e seus confrades fizeram uma grande campanha pela prática dessa celebração, com a aparição de NOSSA SENHORA a este Santo, com um ROSÁRIO na mão, pedindo-lhe o empenho na difusão dessa oração entre as populações cristãs como penhor de salvação.

               O rosário não é uma oração exclusiva dos católicos. Também os muçulmanos rezam 99 contas, para invocar Deus através dos seus nomes revelados no Alcorão. Também entre os budistas, por exemplo, há formas de recitação semelhantes às do rosário.

    Voltar